Curso

Gramática da Língua Portuguesa para Surdos


Objetivo

O curso de extensão intitulado “Gramática da Língua Portuguesa para Surdos” tem como objetivo oferecer à comunidade de surdos de Franca-SP e região um estudo que contempla todo o conteúdo de morfologia e sintaxe do português, passando por classe de palavras, sintaxe do período simples, sintaxe do período composto, concordâncias verbal e nominal, regências nominal e verbal, acentuação e ortografia.
Diante de algumas lacunas na formação em língua portuguesa dos surdos e de toda a dificuldade deles de comunicação e compreensão dela, nosso intuito é oferecer a esse público as noções básicas e mais aprofundadas sobre as regras de nossa língua, a fim de auxiliá-los na rotina diária de produção e compreensão oral e escrita do português e ampliar seus os horizontes pessoais e profissionais

Público Alvo

Pessoas surdas e/ou deficientes auditivos que tenham, no mínimo, ensino médio completo.

Carga Horária e Modalidade

Carga horária: 20 horas
Encontros aos sábados, quinzenalmente.
Horário: 8h às 12h

Material

Será oferecida uma apostila com teoria e exercícios para cada um dos alunos, contemplando todo o conteúdo a ser ministrado.

Investimento

O valor do investimento são 3 parcelas fixas de R$ 120,00 (cento e vinte reais).

Parte I – Morfologia

Substantivos Adjetivos
Pronomes Artigos
Numerais Preposições
Conjunções Interjeições
Advérbios Verbos

Parte II – Sintaxe do período simples e composto

Termos essenciais Termos integrantes Termos acessórios
Orações coordenadas Orações subordinadas substantivas Orações coordenadas adjetivas
Orações coordenadas adverbiais

Parte III – Concordância e Regência

Concordância verbal Concordância nominal Regência nominal Regência verbal

Parte IV – Acentuação e ortografia

As regras de acentuação Novo acordo ortográfico

Informações


Maiores informações entrar em contato (16) 3711-0111

Download Ficha de inscrição

Curso

Gramática da língua portuguesa para ouvintes - Nível I


Objetivos

O curso de extensão intitulado “Gramática da língua portuguesa” tem como objetivo oferecer aos alunos do curso de Pedagogia da Faculdade Pestalozzi de Franca (FAPESF) e comunidade externa um estudo que contempla todo o conteúdo de morfologia e sintaxe do português, passando por classe de palavras, sintaxe do período simples, sintaxe do período composto, concordâncias verbal e nominal, regências nominal e verbal, acentuação e ortografia.
Diante de algumas lacunas na formação em língua portuguesa de nossos alunos, nosso intuito é oferecer aos discentes as noções básicas e mais aprofundadas sobre as regras de nossa língua, a fim de auxiliá-los na elaboração de textos científicos, trabalhos acadêmicos, bem como na sua formação em língua portuguesa para eventuais processos seletivos do mercado de trabalho.

Público-alvo

Alunos regularmente matriculados no curso de Pedagogia da Faculdade Pestalozzi de Franca (FAPESF) e a comunidade externa em geral, que tenham interesse em aprofundar o conhecimento da língua portuguesa.

Duração

O curso terá duração de 4 meses, de agosto a novembro, com aulas quinzenais aos sábados, das 8h às 12h.

Carga Horária

Carga horária: 30 horas
Encontros aos sábados, quinzenalmente.
Horário: 8h às 12h

Material

Será oferecida uma apostila com teoria e exercícios para cada um dos alunos, contemplando todo o conteúdo a ser ministrado

Investimento

O valor do investimento são 4 parcelas fixas de R$ 120,00 (cento e vinte reais).

Conteúdo programado

Morfologia

Substantivos Adjetivos
Pronomes Artigos
Numerais Preposições
Conjunções Interjeições
Advérbios Verbos

Parte II – Sintaxe do período simples e composto

Termos essenciais Termos integrantes Termos acessórios
Orações coordenadas Orações subordinadas substantivas Orações coordenadas adjetivas
Orações coordenadas adverbiais

Parte III – Concordância e Regência

Concordância verbal Concordância nominal Regência nominal Regência verbal

Parte III – Concordância e Regência

Concordância verbal Concordância nominal Regência nominal Regência verbal

Parte IV – Acentuação e ortografia

As regras de acentuação Novo acordo ortográfico

Informações

Maiores informações entrar em contato (16) 3711-0111.

Download Ficha de inscrição

Curso

Gramática da língua portuguesa para ouvintes - Nível II


Módulo II

O módulo II amplia os estudos da sintaxe do português, tanto do período simples, quanto do período composto, analisando os sintagmas e os papéis e funções que exercem nas orações. O conteúdo programático deste módulo será: Orações coordenadas, orações subordinadas substantivas, orações coordenadas adjetivas e orações coordenadas adverbiais.

Público-alvo

Alunos regularmente matriculados no curso de Pedagogia da Faculdade Pestalozzi de Franca (FAPESF) e membros de toda comunidade de Franca-SP e região, que já tenham concluído o módulo I em 2017.

Carga Horária

Carga horária: 30 horas
Encontros aos sábados, quinzenalmente.
Horário: 8h às 12h

Material

Será oferecida uma apostila com teoria e exercícios para cada um dos alunos, contemplando todo o conteúdo a ser ministrado

Investimento

O valor do investimento são 4 parcelas fixas de R$ 120,00 (cento e vinte reais).

Informações

Maiores informações entrar em contato (16) 3711-0111.

Download Ficha de inscrição

Curso

LIBRAS – Introdução -30h


Justificativa

Libras é a Língua Brasileira de Sinais.
A partir do contato com a língua em Libras, observamos a riqueza de conhecimento contida na aprendizagem do surdo, constatamos a dificuldade que os mesmos encontram na comunicação e/ou linguística, desta forma, a Libras é o instrumento fundamental para o desenvolvimento e inserção do portador de deficiência auditiva na sociedade, enfim, o trabalho desenvolvido pelos profissionais da área educacional e entidades educacionais que trabalham em prol do reconhecimento e cumprimento da legislação, no que refere à obrigatoriedade da língua em Libras na Grade Curricular de Ensino.
Faz se necessário conhecer à cultura e história do portador de deficiência auditiva, desta forma, precisa-se entender que a surdez é uma experiência visual que traz ao sujeito surdo a possibilidade de constituir sua subjetividade por meio de experiências cognitivo-linguísticas diversas, mediadas por formas de comunicação simbólica e alternativas, as quais encontram na língua de sinais, seu principal meio de concretização.

Objetivos Gerais

  • Resgatar a cultura e identidade surda;
  • Divulgar a Libras e sua importância;
  • Identificar os conceitos básicos relacionados às Libras;
  • Proporcionar os conhecimentos mais relevantes da gramática de Libras;
  • Utilizar Libras, nos eventos escolares a fim de divulgar a língua por toda comunidade escolar;
  • Estimular a interação entre os alunos surdos e ouvintes;
  • Valorizar a pessoas surdas como ser capaz e em desenvolvimento que necessita de momentos e atividades diversas;
  • Combater à exclusão social.

Público Alvo

Professores das diversas áreas e demais profissionais da área de educação, saúde, servidores públicos de todas as esferas, psicólogos, fonoaudiólogos, estudantes e pessoas interessadas em adquirir e aprimorar seus conhecimentos em Libras.

Carga Horária e Modalidade

Carga horária: 30 horas
Encontros aos sábados, quinzenalmente.
Horário: 8h às 12h

Metodologia

  • Pesquisar a origem da língua de Libras;
  • Entrevistar o (a) surdo (a);
  • Fazer um relato histórico das pessoas Surdas ou com deficiência auditiva e da utilização da língua em Libras;
  • Criar um ambiente propício às aulas de Libras, onde às crianças tenham prazer em aprender uma língua diferente e saibam da sua utilização e valorização;
  • Representar (com diálogo, teatro...) um fato e/ou dificuldade que ocorre na sociedade portadora de deficiência auditiva;
  • Demonstrar na prática a facilitação que a língua em Libras trouxe ao deficiente auditivo, o que se refere à inserção à sociedade;
  • Aulas expositivas e interativas, com apoio de recurso audiovisual, complementadas com leituras, análises de textos e filmes acrescidas de intercâmbios junto às comunidades surdas (escolas, associações...).

Investimento

O valor do investimento são 3 parcelas fixas de R$ 120,00 (cento e vinte reais).

Informações

Maiores informações entrar em contato (16) 3711-0111.

Download Ficha de inscrição

Curso

Mediação de conflitos na Instituição Escolar


Justificativa

Sabe-se, historicamente, que as relações que se estabelecem na instituição escolar perpassam pelos sentimentos marcantes de aceitação e rejeição no jogo pedagógico que confrontam e determinam o desenvolvimento das identidades. Nesse sentido, este curso propõe refletir sobre os conflitos existentes advindos destas relações ambivalentes de amor e ódio que circulam no interior das instituições educacionais. Velados ou não eles aparecem sob as mais diversas formas, para tanto é preciso ampliar a escuta e dimensionar as causas para mediar e/ou prever possíveis agravos.

Objetivo Geral

Reflexão sobre os conflitos advindos das relações humanas na convivência diária do contexto escolar

Objetivos específicos:

  • Construir sentidos para o fortalecimento da compreensão dos dilemas existentes na instituição escolar;
  • Propor e estabelecer estratégias para melhoria dos processos de mediação por meio da diminuição da tensão e da hostilidade;
  • Desenvolver o pensamento crítico e habilidades de escuta para a solução de problemas (possibilidades de intervenção vinculadas à problematização de situações concretas, vividas em sala de aula, e, também, à busca de soluções num ambiente de solidariedade, justiça e respeito).

Metodologia

Utilizaremos as Metodologias Ativas para o desenvolvimento dos módulos tais como: aulas interativas, vídeos e filmes, cases, estudos dos dilemas, flipped classroom (aula invertida), project based learning (PBL) e apresentação de Seminários.
O Curso será realizado em 8 Módulos, com 4 horas aulas cada. Faremos interlocução com abordagens teóricas em Análise de Discurso (matriz francesa); em Psicanálise Freud-lacaniana, nos estudos Foucaultianos especificamente na Genealogia da ética, e nos estudos da teoria dos três estados em Pestalozzi e nos estágios do desenvolvimento moral em Piaget e perspectiva Kohlberguiana.

Público Alvo

Professores das diversas áreas e demais profissionais da área de educação, graduandos de licenciaturas; coordenadores, gestores educacionais e demais interessados na área educacional.

Carga Horária e Modalidade

Carga horária: 30 horas
Encontros aos sábados, quinzenalmente.
Horário: 8h às 12h

Investimento

O valor do investimento são 3 parcelas fixas de R$ 120,00 (cento e vinte reais).

Informações

Maiores informações entrar em contato (16) 3711-0111.

Download Ficha de inscrição

Curso

A Psicomotricidade como instrumento de aprendizagem no contexto da Neurociência.


Objetivo

Promover junto à comunidade de educadores, reflexões, estudos e discussões a cerca da Neurociência e suas vertentes. Apoiando-se a Psicomotricidade como ferramenta indispensável no processo ensino/aprendizagem. Contextualizando aspectos teóricos e práticos.

Fundamentação Teórica:

Neurociência é a área que se ocupa em estudar o sistema nervoso, visando desvendar seu funcionamento, estrutura, desenvolvimento e eventuais alterações que sofra. Portanto, o objeto de estudo dessa ciência é complexo, sendo constituído por três elementos: o cérebro, a medula espinhal e os nervos periféricos. Ele é responsável por coordenar todas as atividades do nosso corpo, e é de extrema importância para o seu funcionamento como um todo, tanto nas atividades voluntárias, quanto nas involuntárias.
Campos temáticos
Neuropsicologia: esta parte estuda a interação que há entre as ações dos nervos e as funções ligadas à área psíquica.
Neurociência cognitiva: este campo foca na capacidade cognitiva (conhecimento) do indivíduo, como o raciocínio, a memória e o aprendizado.
Neurociência comportamental: quem segue esta linha procura estabelecer uma ligação entre o contato do organismo e seus fatores internos (emoções e pensamentos) ao comportamento visível, como a forma de falar, de se postar e até mesmos os gestos usados pela pessoa.
Neuroanatomia: uma das partes mais complexas da neurociência, ela tem por objetivo compreender toda a estrutura do sistema nervoso. Com isso, o estudioso precisa separar o cérebro, a coluna vertebral e os nervos periféricos externos para analisar cada item com muita cautela a fim de compreender a respectiva função de cada parte e nomeá-la.
Neuropsicomotor: por último, mas não menos importante, temos a neuropsicomotricidade, que estuda as funções ligadas às várias áreas do comportamento motor.
Psicomotricidade é um termo empregado para uma concepção de movimento organizado e integrado, em função das experiências vividas pelo sujeito cuja ação é resultante de sua individualidade, sua linguagem e sua socialização. (Associação Brasileira de Psicomotricidade). A psicomotricidade pode também ser definida como o campo transdisciplinar que estuda e investiga as relações e as influências recíprocas e sistémicas entre o psiquismo e a motricidade.
Educação Psicomotora é uma educação global que associa as potencialidades intelectuais, afetivas, sociais e motoras da criança, dando-lhe segurança, equilíbrio e permitindo o seu desenvolvimento, organizando corretamente as suas relações com os diferentes meios em que deve evoluir.
Refere-se a uma formação de base indispensável a toda a criança, seja ela normal ou com problemas, pois responde a uma dupla finalidade: assegurar o desenvolvimento funcional, tendo em conta as possibilidades da criança, e ajudar sua afetividade a expandir-se e a equilibra-se através do intercambio com o ambiente humano.
É ação pedagógica que tem como objetivo principal o desenvolvimento motor e mental da criança, com a finalidade de levá-la a dominar o próprio corpo e a adquirir uma inibição voluntária, propõe, tem no movimento espontâneo, sua diretriz fundamental, pois, em qualquer movimento, existe um condicionante afetivo que determina um comportamento intencional.
Acredita-se que é sempre uma ação motriz, por menos que seja que regula o aparecimento e o desenvolvimento das formações mentais, é pelo aspecto motor que a criança estabelece os primeiros contatos com a linguagem socializada.

Metodologia

  • Atividades Psicomotoras Práticas (espaços e materiais diversificados)
  • Organização Projetos Temáticos
  • Material de estudo (textos, vídeos, slides, entre outros).
  • Debates e discussões.
  • Trabalhos em grupos
  • Esquemas e quadros conceituais.
  • Atividades corporais, sensoriais, musicais, etc.

Público Alvo

Educação: Professores (Pedagogos, Educação Física, Artes, Gestores, e estudantes das respectivas áreas).

Carga Horária e Modalidade

Carga horária: 30 horas
Encontros aos sábados, quinzenalmente.
Horário: 8h às 12h

Investimento

O valor do investimento são 3 parcelas fixas de R$ 120,00 (cento e vinte reais).

Informações

Maiores informações entrar em contato (16) 3711-0111.

Download Ficha de inscrição